CAMPEÃO BRASILEIRO DE RALLY 4x4

A temporada de Rally 4×4 chega a seu final e o piloto Roberto Cunha da Equipe Nordeste Rally fecha 2016 com chave de ouro. Foram três títulos na duas competições disputadas: o Tri-campeonato Brasileiro de Rally 4×4 e a Copa Nordeste de Rally 4×4 nas categorias Protótipo e Extra-Livre.

QX4. O que te levou ao esporte de velocidade e o que ele representa na sua vida?

Roberto Cunha. Comecei no mundo 4×4 aos 19 anos, fazendo passeios, trilhas  etc. Em um curto espaço de tempo, vi que meu “sangue” queria um algo mais, foi aí que comecei a competir em rally de regularidade, provas de indoor 4×4 até chegar ao rally de velocidade, em 2005. De lá para cá, conseguimos montar uma estrutura bacana na equipe e colher ótimos frutos. O rally é parte da minha vida, mais importante que ele somente a minha família.

QX4. Campeão brasileiro de Rally 4×4 pela segunda vez. Isso aumenta a responsabilidade para as próximas competições?

RC. Aumenta, e muito. Sempre entro nas competições procurando um melhor resultado. Quando você passa a acumular títulos na carreira, a cobrança dos patrocinadores e a sua, principalmente, aumentam bastante.

QX4. Qual o seu histórico de premiação em campeonatos? Como você está, atualmente, na tabela de classificação?

RC. Graças a Deus, conseguimos importantes títulos, tais como o Rally RN 1500, o Bi-campeonato no Rally do Velho Chico, o Bi-campeonato no campeonato brasileiro de rally 4×4 etc. Este ano, tive que abrir mão de algumas importantes competições devido a compromissos particulares e empresariais. Atualmente, sou vice-líder da categoria Super Production na Copa Nordeste 4×4.

QX4. Quais as características e peculiaridades do esporte de velocidade?

RC. O rally de velocidade tem como principais ingredientes a vontade e a coragem de acelerar. Por acontecer em locais que nunca passamos, o risco é ainda maior, pois não existe um reconhecimento de pista ou algo do tipo. Além disso, é uma categoria com custos muito altos, por isso é importante ter os patrocinadores por perto.

QX4. Qual a mecânica do seu carro, quantos cavalos e em que modelo você corre?

RC. Hoje, utilizamos o que há de melhor no Brasil em relação a carro para rally. Temos uma Protom, um veículo feito com um chassi da L200 RS e motor V6 a etanol. O carro tem suspensão independente e dois amortecedores por roda. Além disso tudo, o veículo utiliza outras diversas tecnologias para torná-lo ainda mais resistente e confiável.

QX4. Quais são as dicas que você gostaria de repassar para quem está começando?

RC. Muito empenho e vontade. Durante todo este tempo vi diversas pessoas iniciarem na categoria e em pouco tempo desaparecerem. Por isso, a força de vontade é fundamental no esporte.

Publicado por: quadx4